Ultradog

O blog dos apaixonados por cães!

É au au au demais?!

É au au au demais?!

Temos visto muitas pessoas no twitter reclamando de cães que latem demais, seja o próprio cão, o peludo da prima ou o cãopanheiro do vizinho da frente!

Observando as twittadas alheias, decidimos criar esse post para abordar, de um modo amplo, este tema: os cães que latem demais.

E aí, você sofre com este problema também?

Bom, vamos lá…

… Temos, primeiramente, que compreender que o latido faz parte da vida do animal e que ele é um dos meios de comunicação do peludo, é o modo dele “falar” e sim, é saudável! Mas até certo ponto.

E quando é que passa desse “certo ponto”?

A partir do momento que o latido do animal começa incomodar os vizinhos, os próprios donos, e até mesmo o peludo, deixando-o estressado.

Mas temos que partir do princípio: se o animal está latindo tanto assim, tem de haver um motivo. E as causas podem ser as mais variadas, dentre elas: ansiedade, tédio, solidão, carência, depressão, etc. E essas razões que levam o animal a latir excessivamente devem ser avaliadas por um profissional veterinário e devidamente tratadas.

Mas e aí, você já parou para pensar que o seu cão, ou este aí do vizinho que todo mundo reclama, pode estar sofrendo de carência? Muitos cães latem muito para pedir atenção e carinho, pois, muitas vezes, estes ficam o dia todo sozinhos, ou só trancados do lado de fora da casa, sem contato com nenhum outro animal ou ser humano para interagir.

Os cães podem latir bastante também, quando estão reconhecendo algo estranho no território deles, um bicho, uma pessoa, um objeto…Além disso, o peludo pode estar latindo para se comunicar com outros cães que vivem por perto.

Alguns cães têm muita energia para gastar e trancados em casa, acabam não praticando atividades para mandar embora todo esse gás, e aí, o que fazem? LATEM, pois assim conseguem  a atenção que queriam, e acabam ganhando uma voltinha pelo bairro, um brinquedinho para correr atrás e se exercitar um pouco…

*EXERCÍCIO FÍSICO É SEMPRE BOM, não se esqueça. Deixa corpo e mente em forma e saudáveis.

Existem algumas maneiras de tentarmos sanar esse problema de excesso de latido.

Não dê atenção ao animal quando ele estiver latindo sem parar, MESMO SENDO DIFÍCIL. A intenção é fazê-lo perceber  que não ganhará carinho ou atenção se continuar agindo dessa maneira.

Se a causa do problema é a solidão, é interessante contratar alguém para passear com ele durante a semana , ou uma pessoa que limpe a casa, por exemplo, dê um pouco de atenção  para o peludo perceber que não está sozinho.

Você já tentou mandar o comando QUIETO quando ele começar a latir? Pois então tente na próxima vez que ele começar a latir, no terceiro ou quarto latido, você tem de falar com voz firme, QUIETO e se necessário segurar o fuço dele também com firmeza para demonstrar que você está no comando. Assim que o comando for obedecido, ele ficando quieto, faça muito carinho, mostrando que ASSIM sim, ele será recompensado com o que queria.

Fique ligado, pois o cão pode estar latindo por estar doente e/ou com dores, portanto, lembramos SEMPRE que é indispensável levar o animal ao veterinário caso haja alguma anormalidade na rotina do peludo.

Existem formas modernas de “cortar” o latido do cão,  um dele é com aparelhos eletrônicos, entretanto, não conhecemos direito para podermos opinar ou sugerir. Se alguém já utiliza ou conhece, deixe um comentário aqui para dividirmos experiências! ;)

Nossas “dicas” são simples e bem caseiras, mas esperamos que possam ser úteis.

Muito amor e respeito aos animais sempre e até a próxima.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Fechado para comentários.