Error. Page cannot be displayed. Please contact your service provider for more details. (9)

Giardíase Canina « Ultradog
 

Ultradog

O blog dos apaixonados por cães!

Giardíase Canina

Giardíase Canina

Quem aí gosta de ver seu AUmigo doentinho? Quietinho no canto sem fazer farra para brincar quando você chega em casa?

NINGUÉM, né?!

O  post de hoje serve de alerta para conhecermos um pouco melhor uma doença chatinha que afeta, não só nossos animais de estimação mas também, todos os seres humanos, entretanto, o foco aqui são os AUmigos, certo?

Vamos ao que interessa, o assunto de hoje: GIARDIA CANINA. ( Assunto indicado por @KURTCAO. Participação especial de @nathy_xD – FICA AQUI NOSSO MUITO OBRIGADO A VOCÊS.)

Giardíase Canina é um dos problemas intestinais mais comuns entre os animais e os humanos. A doença é causada por um protozoário que infecta o intestino delgado de ambos.

E como se pega essa tal doença? As fontes de infecção mais comuns são água, fezes e alimentos contaminados. E o que fazer para que esse protozoário fique longe? O mais recomendado é manter as BOAS PRÁTICAS DE HIGIENE do ambiente em que o animal vive. Os cistos de Giárdia sobrevivem no ambiente e, desta forma, são fonte de contaminação e principalmente reinfestação para os cães, sobretudo de canis.

Os principais sintomas ou sinais da Giardia Canina:

  • Diarréia mal cheirosa aguda ou crônica
  • Vômito
  • Dor abdominal
  • Desidratação
  • Perda de peso ou redução do ganho do mesmo.

É preciso ficar atento pois muitas doenças e alergias intestinais apresentam sintomas semelhantes, COMO SEMPRE falamos e recomendados, QUALQUER sintoma que você note em seu cão, leve-o ao médico veterinário de confiança.

A remoção imediata das fezes limitará a contaminação ambiental, se liga nisso! Higiene é sinal de SAÚDE.

E não se esqueça de manter a vacinação do seu cãopanheiro em dia, pois “está provado que a vacina estimula o animal a resistir ao parasito, sendo uma solução efetiva em longo prazo para o controle desta enfermidade parasitária, já que a imunidade natural contra Giárdia é de curta duração. Mesmo que os tratamentos se mostrem eficazes, a reinfecção em animais é muito freqüente , devido à dificuldade de se eliminar os cistos infectantes do ambiente. Um animal vacinado, além de protegido contra giardíase, não representará mais uma fonte de infecção a outros animais e até mesmo a seres humanos contactantes.”

Cuidar da saúde de seu cão é uma demonstração de AMOR e respeito à VIDA.

Até a próxima.

AUbraços.

Fonte:

http://www.doctorsclub.com.br/fd/trabalhos/technical_update___giardiase_canina.pdf

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. Both comments and pings are currently closed.

Fechado para comentários.